sábado, 6 de dezembro de 2008

Particulas de Sentimentos


O ser humano é um ser de luz, de energia positiva, de força capaz de mudar o mundo. O ser humano, mesmo que a grande maioria não saiba usar, possui a maior arma que um ser vivo pode ter, que é a força do sentimento, a força do amor, a força de se dar sem medo de ser feliz.

Poucos são aqueles que conseguem perceber o poder que têm. Quantas e quantas vezes olhamos para o céu e vislumbramos o universo infinito, de estrelas incontáveis. Elas estão lá mas não conseguimos tocá-las. No entanto estão lá.

Assim são os sentimentos de luz que estão dentro da gente, pedindo, suplicando para explodir em todo o seu esplendor. Todos nós queremos viver um grande amor, todos nós queremos encontrar a cara metade, o parceiro perfeito, o amor verdadeiro e poucos são aqueles que têm a ousadia de arriscar, de colocar na alma, no coração a vontade de chegar lá.

Quantos e quantos são chamados por essa força mágica, maravilhosa, que faz os olhos brilharem, o coração disparar e o corpo explodir num turbilhão de ternura, de carinho, de doação e felicidade.

Mas a grande maioria não vai adiante, porque se acovarda e, antes mesmo de começar, já acredita que não vai certo. É o medo da felicidade, o medo do prazer total, do gozo infinito desejado, tão ansiosamente esperado.

Às vezes, chegam ao cúmulo de querer, de exigir que o parceiro recém chegado em sua vida; assuma compromissos duradouros, sem nenhum embasamento de sentimentos.

E vão pela vida afora vivendo de suposições e sempre solitários. Um desperdício que não leva a lugar nenhum. Com o tempo, alguns conseguem mudar, outros não. Ficam escondidos dentro de si mesmos para sempre.

Podemos até mudar o mundo quando queremos verdadeiramente. Existem pessoas que atravessam oceanos, galgam montanhas, atravessam planícies em busca de seus sonhos. Outras não conseguem atravessar uma calçada.

Com ousadia, resolvi viver intensamente cada sentimento que a vida oferece, acreditando que posso ser feliz, mesmo que esse sentimento, esse relacionamento dure apenas um segundo. Mas é preferível viver de lembranças, mesmo que pequenas e passageiras, a de não ter nada para lembrar.

Num mundo onde o conhecimento e a informação chegam a uma velocidade assustadora, o ser humano ainda esta engatinhando na arte de se relacionar e não aprendeu o direito de não fazer o que não quer. Respeitar o outro na sua integridade de ser humano é condição essencial para o caminho da felicidade a dois.
Mas os relacionamentos são, em sua grande maioria superficiais, sem sentido e com total falta de conhecimento íntimo dos parceiros. O jogo da sedução e do descobrimento mútuo e gradativo parece ter se perdido em meio à facilidade com que as pessoas transam sem nenhum compromisso ou responsabilidade. É comum. no outro dia, sequer lembrar o nome do parceiro de leito, de alcova.

Continuo batendo na mesma tecla, cantando a mesma canção: a possibilidade de ser feliz é multiplicada por mil, quando amamos e conhecemos profundamente a nós mesmos. Assim fica mais fácil amar o outro.É sempre preferível
ter lembranças, sejam elas boas e ruins, a não ter nada para lembrar ou ser super certinho, que passar pela vida sem ser notado por ninguém.

Viver vale a pena, amar também. Amemos intensamente enquanto temos energia e tempo e o nosso corpo obedece aos comandos do cérebro e dos nossos desejos.

Lamentável é olharmos no espelho e perceber que envelhecemos, o tempo passou e não fizemos nada de tão significativo que tenha mudado nossa própria história.

Sejam felizes sempre...

2 comentários:

LOURDES disse...

Olha Anselmo,concordo com voce, pois triste de quem nao tera recordações do que passou. É melhor ter vivido grandes e inesqueciveis amores,amizades, por pouco tempo,do que nao te-los vivido.Nós ,seres humanos aprendemos mais com a dor do que com amor. Mas o importante é nao deixar nossos sonhos morrerem nunca,mesmo que seja para mais uma decepção.Mas em um dia qualquer, em uma esquina qualquer,em uma cidade qualquer,temos a certeza de que nossos sonhos estarao la , a nossa espera.Um grande beijo.

Anônimo disse...

Oi Anselmo,
Parabéns pelos artigos! Os temas que vc aborda são de suma importância para nós mulheres...Isso é mto bom,pois, aos poucos,vc vai abrindo a mente daquelas que, ou por timidez ou por tabu,enfim, por uma questão de educação deixam de ter uma felicidade plena.
Estou feliz por ter lhe conhecido,viu?
Um beijo.