quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Amor depois dos 60 anos


Eu recebi um email de uma leitora do blog que dizia assim: "Anselmo, estou com 67 anos e nunca tive tanto desejo sexual e tanta tesão, estou me sentindo uma tarada... o que devo fazer?"

E eu respondi: AME INTENSAMENTE SEM MEDO DE VIVER E MUITO MENOS DE SER FELIZ...

Não existe idade para o amor, e o coração é o órgão de nosso corpo que mais demora a envelhecer, assim como a alma imortal o amor não tem idade, tempo de duração, regras, formatos apenas ama.


Poucos são aqueles privilegiados que podem amar, e quando amam não incluem como pré requisito a idade ou coisa desse tipo. O amor ama intensamente e de forma total, não importando se o alvo ou fonte desse amor seja: jovem, velho, branco ou preto, feio ou bonito, perfeito ou deficiente, homem ou mulher.

O amor como já disse tantas vezes aqui e vou dizer de novo SÓ AMA.
No mundo moderno da internet, dos sites de relacionamento a solidão esta relegada a segundo plano. É fato, e normal que ainda existem milhares de pessoas cheias de conceitos e preconceitos, regras e fórmulas ultrapassadas que só conseguem se afastar cada vez mais da oportunidade de ser e fazer feliz.
Não existe idade para o amor. O que é comum é a falta de ousadia de grande parte das mulheres depois dos 60, oriundas de uma geração que eram educadas para serem mães e esposas e que não podiam de formar nenhuma ter desejos ou sonhos.
Não podiam estudar, não podiam pedir ou desejar determinados carinhos ou atos sexuais porque "isso não é coisa de mulher séria." Sempre submissas, sempre prontas a se dedicarem aos filhos, ao marido e a casa, essas mulheres não tinham o direito de ter prazer ou de realizar suas fantasias ou vontades como mulher.
Tenho várias leitoras nessa faixa etária e elas são taxativas em dizer: "que não podiam fazer nada." Poucas conheciam alguma coisa sobre sexualidade, muitas delas nunca conseguiram ter um orgasmo porque seus homens, seus maridos ou melhor seus donos não permitiam.
Falar com outras mulheres sobre orgasmo, sexo oral, anal e outras alternativas de prazer era no mínimo doloroso porque elas em sua grande maioria nunca conseguiram chegar a lugar nenhuma e uma dessas mulheres me comentou que fingia, fingia, fingia ter prazer.
Hoje para nossa alegria e felicidade, a realidade é bem diferente. A mulher pode, deve e sabe buscar o que quer como mulher.
Uma dessas chegou quase se auto destruir por ser menosprezada e desvalorizada pelo marido, que tinha uma ejuculação precoce e ela nem sabia o que significava amar.
Acredite voces que essa mulher vamos chama-la aqui de Claudete, viveu 32 anos com esse marido que a achava feia, e que proporcionava todo tipo de agressão verbal e as vezes até agressão física.
Pasmem voces que ele disse para Claudete que estava impotente e não podia mas fazer amor com ela mas, fazia com outras. Ela na sua insegurança e falta de conhecimento em vez de buscar um médico especialista aceitou a vontade dele e em vez de se tornar mais bonita para criar um novo ambiente ou clima para o amor até com outra pessoa, se entregou a sua frustação e insegurança buscando na comida uma saida. Deixou de se cuidar e chegou a ficar com quase 120 quilos.
Imagine o que aconteceu, esse marido estava cada vez mais distante.
De repente uma mudança inesperada, mais real acontece. Esse marido morre.

E essa mulher começa a se olhar mais, faz um operação de redução de estomago e fica mais bonita pra ela mesma, conhece um homem quinze anos mais jovem que ela e que a faz viver tudo aquilo que ela só imaginava em sonhos ou em romances e contos de fada.

Hoje com 68 anos de idade, é mulher, fêmea em toda a intensidade e sentido etmológico do ser MULHER. TEve a ousadia de buscar aquilo que queria porque enquanto estivermos vivos e o corpo responder aos nossos estípulos podemos tudo.
Tem prazer, satisfaz o seu homem de todas as formas e principalmente a si mesma.
O que isso tudo representa?
Uma verdade simples e normal:Qualquer pessoa pode amar e ser amada independente da idade. O fato de estar com mais de 60 anos e ter vontade sexual, desejo de ser mulher é um privilégio e não um problema, defeito ou aberração.
Eu sou do tempo que ter 60 anos era esta velho em fim de carreira em fim de vida. Me lembro de quando menino quantas pessoas da minha familia deixaram de produzir de ser feliz de amar e ser amada por estar "VELHO" na concepção antiga e ultrapassada.
Hoje tudo é diferente, faço esse ano 59 e o ano que vem 60 anos de idade e me sinto um menino.
A juventude esta no espírito, na alma imortal e na nossa vontade de querer ser feliz.
Essa felicidade pode ter mais intensidade no viver porque existe conteudo, respeito, cumplicidade, carinho, amor, atenção consigo mesmo e com o outro. Juntos com certeza encontrarão e viverão momentos e inesquecíveis independente da idade de cada um.
Saindo um pouco do foco, acho tão engraçado quando entra uma nova leitora no blog, hoje temos 936 pessoas que nos visitam e fico super feliz com tamanha repercussão, e a primeira coisa que me falam é que é UMA MULHER SÉRIA.
Ai eu pergunto prá ela ou elas o que é ser uma MULHER SÉRIA?
Na maioria das vezes elas respondem quero um relacionamento verdadeiro, duradouro e fiel e não aventuras.
Quem não quer?
Só não podemos e não devemos nunca começar um relacionamento já criando regras ou obstáculos para algo que voce não sabe se o outro é a pessoa esperada ou desejada.

Ser uma MULHER SÉRIA prá mim, é aquela que independente da idade é capaz de buscar seus sonhos, seus desejos, suas vontades de mulher.
Não importa se de forma virtual, real, imaginária ou ficticia.
O tempo não para, a vida não espera e temos que viver, aproveitar o AGORA, o JÁ, porque não sabemos quanto tempo temos por aqui.
A idade mais certa para o amor é aquela quando a gente ama a si mesmo, e sendo assim podemos amar ao outro.
A mulher é um ser tão magnifico, tão incrível, tão maravilhoso que não precisa ser bonita, ter seios duros, bundinha empinada, isso ou aquilo tão divulgado e propagado pela televisão, rádio, jornais e revistas.
Toda mulher é capaz de fazer um homem feliz...
A mulher só precisa olhar pra ela mesma e perceber o seu poder de ser feliz de produzir vida e assim mostrar que amar não é uma questão de idade, de beleza, ou coisas do gênero. Qualquer mulher é capaz de criar desejo, ser sensual para alguém, para o seu homem para o seu amor.
Amar é um estado da alma, que nos faz feliz fazendo o outro feliz. Que eu seja feliz em mim mesma e assim possa com certeza ser no outro. Me dar, sem esperar nada receber e receber sem preciso nada dar.
Concluido o amor não cobra, não pede, não exige nada. O amor só AMA.
O amor é imortal e não tem idade, pense nisso e ame, ame de todas as formas e assim sua vida terá mais sentido e razão.
Ai voce vai ver como tudo se torna mais bonito, e mesmo que o outro não te veja em toda a sua intensidade, beleza e exuberância, mesmo que o teu homem ou teu amor não consiga te ver, não penetre na tua alma, no teu universo feminino é melhor do que ver o tempo passar sozinha.
Ser feliz é tudo que se quer...
E todos nós podemos ser quando queremos realmente.
Um carnaval maravilhoso para todas.
Vou terminar com versos lindos de um poeta chamado Gonzaguinha.
Viver e não ter a vergonha de ser feliz... Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz...
Beijos no coração e até breve.

13 comentários:

zildajti disse...

olá josé ancelmo estou a cada dia mais facinada pelo seus blogs! tenho lido, comido com a alma mesmo!!!!!!! muito tenho aprendido com eles!!!!!!!!!!!!

leninha disse...

Oi Anselmo... o q dizer? A coisa mais incrivel q disse pa mim nao foi no seu blog, mas foi importantíssimo pra mim! Me fez enxergar como eu realmente sou! Bem... vc sabe q te acho uma pessoa incrivel! obrigada por tudo! tudo mesmo! bjo

Leninha

luiza disse...

Ser mulher é não morrer com a idade..não se esconder na menopausa que só existe na cabeça de quem quer deixar de ser mulher.
Seja sempre mulher.

Bjs
adorei o assunto.

Anônimo disse...

Realmente concordo com vc sobre as mulheres esquecerem de revelar seus desejos devido ao dito" mulher Seria".A mulher deve se amar e sentir amada libertando seus desejos e sonhos libertando estes tabus ,afinal hj as mulheres atuam em quase todas as áreas, quebrando esta barreiras diante da sociedade.Com isto mulheres devem quebrarem tb a barreira do seu dia a dia diante seu marido, companheiro e amante .Mulher qdo é amada e e respeitada como merece,
se senti mais forte para amar a si e as pessoas que a rodeiam
A mulher quando ama seus olhos revelam um brilho explendido. Parabéns por sua materia.
Helena

Tereza Nubia disse...

"Namoro após os 60"... Vale a pena investir?...Você ressalta muito bem os sentimentos e anseios dessa idade. Quantas mulheres solteira, viúvas ou separadas sonham encontrar seu par perfeitos com defeitos. Mas, muita das vezes se negam ou são podadas a realizar esse sonho de iniciar um relacionamento por medos, insegurança ou objeção da família, filhos principalmente.
No entanto,você JOSÉ ANCELMO enfoca esse tema de maneira a lentar a auta estima, a força para vencer barreiras e ir em busca da felicidade a que tem direito.
Parabéns, valeu.
ps. Eu estou no grupo das que tem medo...medo de perder a liberdade, identidade, de sofrer decepções, de conviver com o outro(parte mais difícil). De não ser a companheira, a amiga, a amante,a cumplice. Pois acredito que num relacionamento isso é imprescindível para a felicidade. Sentir-se amada!
bjos. Nubia

Dimê disse...

Anselmo.Muito Lindo.Gostaria que todas as mulheres independente de qualquer idade lessem seu texto.Se libertassem de Tabus,e conhecessem o Amor em sua essência.Sinto por aquelas que não tem net, e perdem toda essa sabedoria.Que bom que vc existe.Continue pensando e se preocupando com nós MULHERES,assim estaremos aprendendo muito com vc.Que Deus te abençõe sempre.BJOS.
Dime

Ro disse...

OLá Anselmo, primeiramente obrigada por me contactar, e me proporcionar este momento UNICO que é a leitura de seu bloq, palavras marcantes , onde nos fazem refletir e consequentemente nos corrigir, pois é tempo pra td...
tenho lutado com isso ser a MELHER PERFEITA , aquela que morre de medo do q o vizinho vai dizer, do que vao pensar pq estou há 3 anos sozinha .
Chegaaaaa, me AMO isso sim é oq me importa.
á partir de hj nao perderei um dia se quer sem visitar seu bloq.
Obrigada por entrar em minha vida!!
Abraço
Roseli

Arlete disse...

Olá,Anselmo!
Parabéns pelo tema abordado,que interessa a mulheres e homens de qualquer idade.Voce tem sido um psicólogo eficiente,pois
graças às matérias que tens escrito,tenho me libertado de muitos tabus que me faziam viver num mundo em prêto e branco.
Quando escrevi a primeira vez para este blog,usei um pseudônimo,"Margarety",por não ter coragem de falar abertamente sobre minhas frustrações.
Hoje,percebo as coisas de forma mais profunda,me conheço melhor e sei o que quero para minha vida.
Estou com 67 anos e descobri que o avançar da idade não significa necessariamente envelhecer,pelo menos no sentido usual.
A idade é algo relativo,quando se continua aberta para as muitas possibilidades que a vida nos oferece para sermos felizes.O amor e a sexualidade não envelhecem.Nós é que temos que manter esta chama acesa.tendo coragem de mudar nossa maneira de ver a vida, pois como dizia o Charlie Chaplin,
"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios.Por isso,cante,chore,dance,ame,ria e viva intensamente,antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos".
Beijos no seu coração.

Adic disse...

kerido amigo, somente uma pessoa sensivel e amável quanto você é capaz de sentir e ouvir os sentimentos do outros. Muito bem escrito e vai ajudar muita gente que pensa que amor e sexualidade acaba com o passar do tempo, a idade cronológica não tem nada haver, o importante é ser feliz. Parabéns, fomos contemplados com um belo texto
beijos

Benna Lago disse...

Amigooooo...posso chama-lo assim?
Então já deu para perceber o tamanho da minha alegria.
Estou vivendo uma fascinante história de amor. No auge dos meus 55 aninhos de idade estou noiva, de casamento marcado, com um belo e simpático senhor (divorciado, claro), de 65 anos.
A família dele e a minha, todos estão muito felizes com nossa união.
Para completar meu alegre comentário, digo nós dois temos fogo de sobra para amar. E, concordo com você: ...o amor não tem idade e sexo, quanto mais fazemos, mais queremos. Estou vivendo a MELHOR FASE DA MINHA VIDA.
Lindooooo seu blog!
Parabéns!

Benedita

Maria Amália disse...

Adorei conhecer o seu blog. Você consegue levantar a auto-estima de qualquer mulher. Obrigada!
Beijos carinhosos,
Maria Amália

Anônimo disse...

Olá, Anselmo!
Eu estava pesquisando sobre mulheres de 60 para o programa de amanhã- terça(30.04) Dia Nac. da Mulher e encontrei seu blog. Gostei muito e vou cita-lo no programa Mesa Redonda- De Mulher Para Mulher, da Assoc. de Mulheres de Armação dos Búzios(AMAB) que acontece às terças, das 10 às 11h na rádio web - www.connectbuzios.com.br
grata
Sheila Cardoso

Anônimo disse...

Gosto de uma mulher de 60 anos e eu tenho menos de 30... Ela é comprometida e não me quis mas acho que ainda que gostasse de mim e fosse livre não se entregaria por causa dos filhos, da sociedade etc. Sem falar que não acreditam que gosto de verdade (e eu gosto). Bom, espero um dia achar uma mulher nessa idade que eu goste e que possa ser recíproco, afinal um amor que não pode ser livre pra mim já não é amor.